• Oreo Consultoria

As crianças aprendem ao mesmo tempo?



Um hábito muito comum nas conversas entre os pais são os assuntos relacionados sobre os avanços que os filhos apresentam no seu crescimento, como a idade em que aprenderam a andar, falar, escrever e de certa forma isso gera um certo comparativo, assim como pode despertar dúvidas ou preocupações ao perceber que algumas crianças levam um tempo maior em desenvolver certos tipos de aprendizado.


Os processos e tempo de aprendizagem podem ser diferentes entre uma criança e outra, porém isso não quer dizer que esteja acontecendo alguma coisa errada, precisamos compreender que existem atividades que podem ter mais facilidade para algumas e outras para as demais.


A forma de encarar esse tempo maior na realização de algo novo pelas crianças é justamente com normalidade, precisamos sair do campo comparativo e entender que a partir do momento que inserimos elas no mundo escolar, os educadores analisam o ritmo em qual cada criança aprende, entendem as necessidades ou dificuldades individuais, auxiliando a criança para desenvolver tais habilidades.



Ritmo de aprendizado


O ritmo de aprendizado é o tempo o qual se leva para aprender e absorver um conteúdo. O período que pode levar depende de alguns fatores, as técnicas utilizadas, a motivação, alimentação, conhecimentos já existentes, idade e a distração que durante a infância é algo bem presente.


O ritmo pode ser classificado em lento, moderado e rápido, o importante é saber respeitar o tempo de cada criança e entender que não é por uma questão de nível de inteligência ou problemas de aprendizado entre uma e outra, devemos encarar o assunto igualmente quando uma pessoa tem uma maior habilidade para a música, esporte ou determinada matéria.


Respeitando o tempo de cada criança e quando ela está inserida em um ambiente escolar, os educadores executaram técnicas que contribuirão no desenvolvimento, o importante é que os pais não coloquem algum tipo de pressão ou cobrança na criança.



A importância de manter uma comunicação com os educadores do seu filho


A comunicação com a escola e educadores pode tranquilizar os pais em entender quais são as etapas que estão sendo trabalhadas e os avanços que os filhos vêm dando, algumas vezes o foco dos pais está voltado para uma determinada habilidade e não acabam dando a atenção para as que já foram desenvolvidas.


O aprendizado de uma nova atividade depende que uma anterior seja apreendida, então não podemos exigir que uma criança comece a andar, antes dela começar a engatinhar. Da mesma maneira seria o aprender a ler e escrever, antes de falar.



Lição de casa brincando


A vida escolar e a rotina de aprendizado para ter uma maior eficácia precisa ser praticada dentro de casa, inclusive existem diversas atividades recreativas que podem ser realizadas junto dos filhos e que permite com que reproduzam tarefas que já aprenderam na escola.


Associar a educação como uma forma de diversão transforma a rotina de estudos como algo positivo na cabeça da criança, fazendo com que elas possam ter maior interesse em estudar.

Substituir cobranças por apreciar os avanços do filho, desperta nos mesmos a vontade de querer aprender cada vez mais uma coisa nova.


Tirar dúvidas com especialistas, pediatras e professores pode trazer uma tranquilidade maior para os pais, o fundamental é compreender que o aprender exige um tempo e os espaços educativos justamente existem para contribuir na formação educacional de nossos filhos.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo