• Baby Passinho

O que fazer para conseguir amamentar tranquilamente?



Ao nascer um bebê, nasce uma mãe, como já dizia o ditado. Mas o que ninguém conta é que, ao nascer uma mãe nascem também diversas dúvidas, medos e inseguranças. Uma delas, e muito comum, é sobre a amamentação.


Trata-se de um período difícil para ambos. O bebê ainda está se adaptando ao mundo fora da barriga, e a mamãe está se adaptando à nova rotina, além de sentir na pele as dores da amamentação e da recuperação do parto.



DORES

Durante as primeiras semanas, o desconforto é maior e os motivos podem ser diversos, como bicos rachados, seios muito cheios, entre outros.

“Atualmente, é comprovado que práticas antigas, como passar bucha nas mamas, cortar o sutiã para expor os mamilos ou mesmo o uso de pomadas não preparam as mamas para a amamentação. Ao contrário: podem até prejudicar mais”, adverte Tatiana Vargas, fonoaudióloga e diretora fundadora da Mame Bem Assistência e Treinamento Profissional (MG).

Ainda segundo Dra. Tatiana, o que pode garantir que os seios não sofram tanto é tentar expor os mamilos ao sol quando der e se informar o máximo possível sobre a pega correta. “A melhor maneira de preparar o seio para a amamentação é procurar informações de qualidade e contar com o acompanhamento de profissionais que possam conduzi-la durante todo esse processo, como um consultor de amamentação ou especialista em aleitamento materno”, aconselha a profissional.




POUCO LEITE/ LEITE FRACO


Uma preocupação também muito comum nesse período é a sensação que a mamãe tem de ter pouco leite, o que acaba provocando o desmame precoce. Alguns mitos ainda permeiam na cabeça das pessoas, como acharem que o leite pode ser fraco pelo fato do seio ser pequeno ou sair pouco leite.


A verdade é que essa questão não condiz com a realidade. Não existe leite fraco. O que pode acontecer é um desequilíbrio causado quando o bebê não suga adequadamente ou quando a livre demanda não é respeitada. Outro fator que também pode acontecer é quando a pega não está sendo efetiva. A retirada de leite acontece pela sucção do bebê, e quando não acontece corretamente é preciso avaliar se a mamãe conseguiu auxiliar seu bebê na pega ideal.


Além desses fatores, as mamães também podem fazer algumas coisas que irão auxiliar na produção do leite e transformar a amamentação, em um momento especial para ambos.




HIDRATAÇÃO E NUTRIÇÃO

Durante a amamentação exclusiva, assim como durante a gestação, todos os nutrientes do bebê, e seus, dependem da mamãe. Invista em comida de verdade em vez dos industrializados. Coma arroz, carne, vegetais, frutas.

Tenha sempre uma garrafinha com líquidos ao seu alcance, como sucos, chás, água de coco e, principalmente, água.




DESCANSO


O cansaço contribui para uma produção menor de leite. Por isso, sempre que possível, durma para se recuperar da nova rotina e até mesmo do parto.




PEGA CORRETA


No início, é importante que a mamãe ajude o bebê a conseguir a pega correta. E para isso, busque o máximo de informações possíveis. Conte com o acompanhamento de um médico e tenha muita paciência.




AMBIENTE ADEQUADO

Para garantir que a mamãe esteja relaxa nesse momento tão importante, invista em um lugar confortável e agradável para amamentar. Uma boa almofada vai ajudar a ajustar o bebê no colo. Um pufe pode ajudar a relaxar as penas e pés. Um livro e um chá também trazem mais conforto.

Lembre-se de priorizar você e o bebê, por isso, peça licença às pessoas, se for o caso, para se afastarem do barulho e agitação. Um ambiente tranquilo é muito importante nesse momento.


3 visualizações0 comentário