November 22, 2019

November 4, 2019

Please reload

Posts Recentes

Brincar ao ar livre só faz bem

October 16, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Brincadeiras que ajudam a estimular o seu bebê

September 26, 2019

 

O melhor método para o aprendizado do bebê é através da repetição, assim como aprendemos a dizer mamãe e papai. E é desse mesmo modo que podemos praticar a estimulação precoce, assim, o bebê poderá inclusive se desenvolver aspectos físicos, sensoriais e sociais.




O que podemos fazer para estimular o bebê?



A repetição sistemática e sequencial de estímulos e exercícios, e de atividades com base científica reforçam as áreas neuronais dos bebês.
Nesse momento de estimulação, potencializará apropriadamente o desenvolvimento motor, cognitivo, social e emocional do bebê e se respeitará seu desenvolvimento individual, suas capacidades, sua predisposição, e seu ritmo. Lembrando que cada pequeno é único e diferente, por isso não esperem por um mesmo resultado de outra criança. E é muito importante que o bebê tenha liberdade e não se sinta obrigado a tais experiências. Ou seja, o bebê tem que se sentir livre e motivado para manter sempre uma boa autoestima durante o processo de aprendizagem. Os pais devem ficar atentos para evitar comparações e pressões sobre o seu filho.


Nesse processo, não apenas os bebês, mas os pais também, aprenderão e crescerão em sua tarefa de pais durante a estimulação dos pequenos. Porque antes da estimulação, os pais precisarão conhecer as etapas de desenvolvimento de um bebê para que possam apresentar-lhes estímulos e atividades apropriadas à sua idade e capacidades.




Reforçando o vínculo emocional entre pais e bebês



A estimulação começa por atividades de contato com o bebê, o que reforçará o vínculo emocional, afetivo, através de massagens e estímulos sensoriais, entre pais e filhos. A partir disso, se dará início às atividades de motricidade, concentração e de linguagem.
Uma ferramenta muito efetiva de estimulação é a brincadeira. Ao brincar, os pais podem observar o comportamento do pequeno e conhecer as suas necessidades, desejos, gostos e inquietações.


Durante o processo da estimulação precoce, deve-se buscar o equilíbrio. Por isso, deve ser integral e, tanto física como intelectual.
A estimulação deve abranger por todas as áreas, pois se uma criança, por exemplo, aprender apenas a jogar bola, e não é estimulada em outras áreas, ela poderá se transformar em um gênio do esporte, porém se sentirá incapaz de fazer uma leitura.


Procure saber o que agrada mais o seu pequeno para começar os estímulos através de sua opção, respeitando a sua escolha.
A estimulação deve, através de experiências e habilidades, gerar a motivação nos pequenos. Crianças motivadas são crianças felizes.


Os pais que optam pela estimulação precoce tem que ter um tempo disponível para se dedicar nisso. Mas, uma coisa é certa, será um momento muito afetivo e proveitoso compartilhado com o seu pequeno.

 



Dicas para os pais quanto à estimulação precoce


1 – Saiba respeitar o tempo de resposta do pequeno. Escolha um momento tranquilo para brincar com ele e caso note que seu filho não está muito disposto, deixe para outro dia, para não sobrecarregá-lo.


2 – Escolha objetos agradáveis, ao tato, paladar, audição, e que sejam claro, seguros.


3 – As brincadeiras devem ser acompanhadas de canções, palavras, sorrisos, carinho e doçura.


4 – Procure por brincadeiras prazerosas para ambos.


5 – Você pode aproveitar o momento do banho para fazer uma massagem relaxante no seu pequeno.


6 – Brinque com livros. Se for um bebê, existem livros de plástico, de pano, com odores e texturas distintas.