• Baby Passinho

5 projetos que incentivam mulheres que são mães e empreendedoras



Em meio à pandemia, ser mãe e empreender se tornou uma tarefa árdua para muitas mulheres. Afinal, os desafios são muitos: educar, cuidar, administrar, satisfazer clientes e muito mais. Além de se adaptar à rotina com filhos em casa, muitas mulheres estão tendo de reinventar o próprio negócio.


Segundo uma pesquisa recente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), os pequenos negócios estão operando com um faturamento 60% menor do que o período pré-crise. Segundo o Sebrae, no Brasil, cerca de 24 milhões de mulheres estão à frente de empreendimentos.


Grande parte abriram seus próprios negócios por necessidade, seja para superar o desemprego ou aumentar a renda da família. Elas buscam independência financeira e, em muitos casos, uma forma de sustentar a família inteira, tendo em vista que, atualmente, quase metade dos lares brasileiros são chefiados por mulheres, situação bem diferente da que era vista alguns anos atrás.


Outro dado interessante é de um estudo feito pela Rede Mulher Empreendedora (RME), mostrando que 75% das mulheres abrem uma empresa após ser mãe. Será que você se encaixa em uma dessas estatísticas?




Calma, você não está só!


A boa notícia é que existem diversos projetos que visam em auxiliar essas mulheres na missão de conciliar a maternidade e seus negócios. São empresas que buscam capacitar empreendedoras, fazendo uma ponte entre elas e outras empresárias/fornecedoras, além de aproximar a outros clientes. São projetos incríveis que valorizam e incentivam o trabalho das mulheres-mães.


Listamos abaixo alguns desses projetos. Para acessar o site de cada um, basta clicar nos hiperlinks de cada um.


1- Rede Mulher Empreendedora

A primeira e maior rede de apoio ao empreendedorismo feminino do Brasil. Tem como objetivo priorizar a integração, capacitação e troca de conhecimento entre mulheres que têm ou buscam o próprio negócio, espalhadas por todo o país. Além disso, recentemente, a rede lançou um marketplace para aproximar clientes e negócios, uma ótima oportunidade para as vendas durante a pandemia.


2- Mompreneurs

Um blog da revista americana 'Entrepreneur' voltado para as mães empreendedoras. Contempla diversas histórias reais de sucesso e dicas de empresárias experientes. O jornalismo do site descobriu, por exemplo, oito casos reais de negócios em que as sócias são mãe e filha.


3- Maternativa

Sendo a primeira startup de impacto social do Brasil, o projeto Maternativa tem como objetivo principal discutir e transformar a relação entre mães e trabalho. Reúne uma rede de 22 mil mães e organiza encontros gratuitos para as empreendedoras, com foco em networking e formação para negócios. Além disso, desenvolveu a campanha #compredasmaes, uma startup oferece um espaço de compra e venda exclusivo para as mães.


4- B2Mamy

O projeto é um acelerador de negócios para as mulheres, pois seleciona mães empreendedoras de alto impacto e as conecta a outras empreendedoras e ao ecossistema de startups. A empresa de educação e pesquisa especializada na jornada da maternidade realiza cursos de aceleração, promove congressos, tem um clube para divulgar produtos e oferece um programa de mentoria.


5- Work It, Mom

Uma comunidade em que mães-empreendedoras podem compartilhar suas experiências, dar conselhos e trocar apoio. O site é em inglês, mas você pode usar o Google Tradutor, caso precise. Oferece dicas para as coisas simples do dia a dia que requer esforço e tempo, como receitas, dicas para organizar o trabalho, arrumar a casa, formas de aumentar a produtividade e orientações para achar motivação e inspiração para reduzir o estresse e enfrentar problemas.



FONTE: Sebrae





46 visualizações0 comentário